THE FUTURE MEDIA

WTT GROUP MEDIA

E-MERCEDES-BENZ CHALLENGE

    REGULAMENTO DESPORTIVO - 2020

  1. A The Future Média e a WTT Group Mídia são as únicas responsáveis pela organização e supervisão desportiva do campeonato virtual “e-Mercedes-Benz Challenge”, que será reservado exclusivamente para carros “Mercedes-Benz - AMG - modelo GT3", disponíveis para competição exclusivamente na plataforma credenciada “iRacing”, sendo que os competidores que deverão seguir regras específicas descritas neste regulamento.
  2. O referido campeonato será organizado e promovido pela The Future Media, desenvolvido e comercializado pela agência WTT Group Mídia, detentora dos direitos comerciais e de Naming Rights da categoria “Mercedes-Benz Challenge” para o Brasil no âmbito real e virtual, denominada desta forma “EMPRESA GESTORA”, e compreenderá os seguintes títulos nas categorias:
    • a - Campeão da e-Mercedes-Benz Challenge - Sim Racers
    • b - Campeão da e-Mercedes-Benz Challenge - Pro-Am

    ENTENDIMENTO GERAL

  3. Todos os competidores, pilotos, equipes, patrocinadores e demais envolvidos diretamente com o CAMPEONATO, comprometem-se em seu próprio nome, de seus empregados e seus agentes a cumprir todas as disposições estabelecidas ou modificações emanadas pelos organizadores do campeonato.
  4. CONDIÇÕES GERAIS

  5. Os pilotos, ao aceitarem o termo de adesão no ato da inscrição, passarão a receber avisos e comunicados da direção do CAMPEONATO, através dos canais oficiais.
  6. Durante toda a duração do evento, piloto será responsável pelo cumprimento de todas as normas e regulamentos.
  7. AUTORIDADES

  8. As autoridades que participarão do CAMPEONATO como Comissários Desportivos e Diretor de Prova serão nomeadas exclusivamente conforme as determinações dos organizadores.
  9. CARROS E MODELOS ADMITIDOS

  10. Só serão admitidos a participar do CAMPEONATO os carros Mercedes-Benz AMG GT3, disponíveis na plataforma virtual homologada para o campeonato – iRacing.
  11. O setup dos carros será o mesmo para todos os pilotos em todos os eventos do CAMPEONATO. Para isso será fixado o setup “baseline” do iRacing na configuração dos servidores.
  12. INSCRIÇÕES

  13. As inscrições para participar da “e-Mercedes-Benz Challenge” serão feitas através do site oficial do evento - e-mbchallenge.com.br.
  14. A organização se reserva o direito de vetar a participação de qualquer piloto inscrito, sem qualquer justificativa prévia, mediante avaliação de seu currículo e conduta.
  15. Os pilotos inscritos no CAMPEONATO devem respeitar as seguintes regras referentes à apresentação de seus carros:
    • Poderão customizar seus carros de acordo com o layout de seus patrocinadores pessoais, respeitando e mantendo as logomarcas inseridas nos espaços destinados aos apoiadores da categoria;
    • São considerados áreas da categoria os seguintes espaços: área superior do para brisas dianteiro, caixa lateral inferior, pontas dos para choques dianteiro e traseiro e área central dos para choques dianteiro e traseiro;
    • Para customização dos carros os pilotos deverão utilizar o tutorial apresentado no site oficial da categoria.

    NÚMERO DE CARROS ADMITIDOS A PARTICIPAR

  16. O número de carros admitidos a treinar e a iniciar as provas será de 40 (quarenta) carros para cada categoria.
  17. Para a categoria “Sim Racers”, participarão do CAMPEONATO os 40 (quarenta) pilotos mais bem colocados na fase classificatória.
  18. Para a categoria “Pro-Am”, participarão do CAMPEONATO os pilotos que se classificarem da 41ª à 60ª colocação na fase classificatória, juntamente com pilotos reais convidados pela organização.
  19. A organização poderá convidar, a seu critério, até 20 (vinte) pilotos para compor o grid da categoria “Pro-Am” juntamente com os pilotos virtuais classificados.
  20. FASE CLASSIFICATÓRIA

  21. A fase classificatória consiste em sessões de classificação para definir, entre os pilotos inscritos, quais participarão do CAMPEONATO, e em qual categoria.
  22. A fase classificatória será disputada na pista [Legacy] Silverstone Circuit - 2008 - Grand Prix entre os dias 2 de setembro e 12 de setembro.
  23. Serão abertos servidores diariamente utilizando o clima padrão do iRacing - temperatura 78°F (26°C), vento norte 2mph (3km/h) e umidade 55%.
    • Nos dias de semana os servidores ficarão abertos das 18h às 23h59;
    • Nos finais de semana os servidores ficarão abertos das 12h às 23h59;
    • Os horários mencionados acima estão sujeitos a alteração.
  24. O clima dos servidores será mantido em condição fixa durante toda a fase classificatória.
  25. Durante a fase classificatória, os pilotos utilizarão setup fixo "baseline" e o combustível máximo será limitado a 27% (32,4L).
  26. Será contabilizado como tempo de classificação de cada piloto o melhor tempo médio de 5 (cinco) voltas consecutivas sem incidentes contabilizados pelo iRacing.
  27. O piloto poderá realizar ilimitadas tentativas de classificação durante a fase classificatória.
  28. O piloto que não registrar 5 (cinco) voltas consecutivas sem incidentes durante a fase classificatória será automaticamente eliminado da competição.
  29. A conduta dos pilotos durante a fase classificatória será monitorada pelo simulador e pela organização. Caso seja constatada atitude antidesportiva nos servidores oficiais o piloto será advertido e, em caso de repetição, poderá ser excluído do campeonato.
  30. O piloto inscrito não poderá, em hipótese alguma, permitir que um terceiro participe da fase classificatória utilizando sua conta do iRacing. Este comportamento é inadmissível e, se detectado, os envolvidos serão imediatamente desclassificados do e-Mercedes Benz Challenge e proibidos de participar de qualquer evento promovido pela categoria.
  31. O CAMPEONATO

  32. O número máximo de eventos no CAMPEONATO está estabelecido em 10 (dez).
  33. Os eventos serão realizados conforme calendário disponibilizado no site oficial da categoria - e-mbchallenge.com.br.
  34. O clima utilizado nos eventos será definido a cada etapa e será divulgado por meio de circular anteriormente a cada prova.
  35. O “e-Mercedes-Benz Challenge” será subdividido em duas classes:
    • Sim Racers, para os 40 (quarenta) pilotos mais bem colocados na fase classificatória;
    • Pro-Am, para 20 (vinte) pilotos que se classificarem da 21ª à 60ª colocação na fase classificatória, juntamente com pilotos que integram o quadro atual da categoria “Mercedes-Benz Challenge”, pilotos profissionais de categorias do automobilismo nacional e internacional, e/ou pilotos que atendam aos requisitos da categorização, considerando análise da comissão organizadora.
  36. Os títulos de Piloto Campeão da “e-Mercedes-Benz Challenge” para ambas as divisões Sim Racers e Pro-Am serão atribuídos aos pilotos que atingirem o maior número de pontos, levando-se em consideração os resultados por eles obtidos nos eventos que foram realizados e dos quais tenham efetivamente participado.
  37. Os pontos para o título de “Campeão e-Mercedes-Benz Challenge” serão atribuídos de acordo com a posição obtida por cada piloto nos eventos, conforme tabela abaixo:
  38. Colocação Pontuação
    1a. até a 7a. Etapa Última Etapa
    1º Lugar 20 pontos 40 pontos
    2º Lugar 17 pontos 34 pontos
    3º Lugar 15 pontos 30 pontos
    4º Lugar 13 pontos 26 pontos
    5º Lugar 11 pontos 22 pontos
    6º Lugar 10 pontos 20 pontos
    7º Lugar 9 pontos 18 pontos
    8º Lugar 8 pontos 16 pontos
    9º Lugar 7 pontos 14 pontos
    10º Lugar 6 pontos 12 pontos
    11º Lugar 5 pontos 10 pontos
    12º Lugar 4 pontos 8 pontos
    13º Lugar 3 pontos 6 pontos
    14º Lugar 2 pontos 4 pontos
    15º Lugar 1 pontos 2 pontos

    PONTO POLE POSITION

  39. Da 1ª Etapa até a 7ª Etapa, os pilotos que no treino classificatório se classificarem em primeiro lugar receberão um (1) ponto cada na sua pontuação total. Na última Etapa, os pilotos que no treino classificatório se classificarem em primeiro lugar receberão dois (2) pontos cada na sua pontuação total.
  40. DESEMPATE

  41. Sem prejuízo do disposto no artigo anterior, a classificação final do CAMPEONATO obedecerá aos seguintes critérios de desempate:
    • Maior número de primeiros lugares; ou.
    • Maior número de segundos lugares; ou.
    • Maior número de terceiros lugares; e assim sucessivamente.

    INSTRUÇÕES E COMUNICAÇÕES AOS PILOTOS

  42. Os Comissários Desportivos e o Diretor de Prova poderão dar instruções aos pilotos, em conformidade com o regulamento vigente do CAMPEONATO ou da prova. Tais instruções serão informadas pelos canais “race control” e “briefing” no Discord, ou por e-mail.
  43. Todas as decisões das autoridades serão publicadas no Discord oficial do CAMPEONATO.
  44. A programação de cada etapa poderá determinar a realização de um Briefing, que é uma reunião oficial comandada pelo Diretor de Prova, com a participação dos Comissários Desportivos e obrigatória para os pilotos, destinada a serem transmitidas informações quanto aos procedimentos que serão adotados à prova em questão.
  45. O Briefing poderá ser feito exclusivamente através de pauta escrita pelo Diretor de Prova.
  46. A ausência de um piloto, quando não justificada ou não aceita pelos Comissários Desportivos, acarretará ao faltoso como penalização o início da prova em questão já advertido.
  47. A classificação do CAMPEONATO será atualizada no site oficial após cada etapa.
  48. TREINOS LIVRES E TREINO CLASSIFICATÓRIO

  49. A programação e configuração de treinos livres e classificatórios de cada evento será divulgada por meio de circulares até 2 (dois) dias antes do evento
  50. O piloto que não acessar o servidor de corrida antes do início da sessão classificatória será impedido pelo simulador de participar do evento.
  51. FORMAÇÃO DO GRID DE LARGADA

  52. Ao final da sessão de treino classificatório, o tempo mais rápido conquistado por cada piloto será publicado oficialmente pelo simulador.
  53. O grid de largada da prova será formado pela ordem de obtenção do melhor tempo por cada piloto durante a sessão de classificação.
  54. Os espaços vagos no grid de largada, por qualquer motivo, não serão preenchidos.
  55. PROCEDIMENTO DE LARGADA

  56. Somente serão permitidas ultrapassagens durante a volta de formação se um carro se atrasar ao sair da sua posição do grid e os carros atrás não puderem evitar ultrapassá-lo sem atrasar o resto do pelotão. Ocorrendo esta hipótese, os pilotos poderão realizar as ultrapassagens necessárias para restabelecer a ordem de largada original.
  57. Uma penalidade será imposta, a exclusivo critério dos Comissários Desportivos, a qualquer um que ultrapassou desnecessariamente outro carro durante a volta de formação.
  58. A largada será em movimento (lançada) e ocorrerá assim que for acenada a bandeira verde.
  59. Ocorrerá queima de largada caso o piloto, antes que seja sinalizada a largada, avance da posição que lhe foi designada para largar.
  60. Será considerado como queima de largada o carro que se posicionar fora do alinhamento do pelotão.
  61. Todo piloto que queimar a largada será penalizado com uma passagem pelos boxes em velocidade reduzida - Drive-Through.
  62. A PROVA

  63. O evento será composto por uma prova de 40 minutos para cada categoria.
  64. Cada piloto terá direito a 1 (um) conserto rápido (“fast repair”) por prova.
  65. Aplicam-se as regras do simulador para entrada e saída dos boxes, sendo penalizado o piloto que o fizer de forma insegura, ou descumprir qualquer outra determinação do iRacing.
  66. No caso de um piloto ser obrigado a parar seu veículo involuntariamente, ou por qualquer outro motivo, o mesmo deverá ser deslocado para fora da pista o mais rapidamente possível, para que sua presença não constitua risco e nem prejudique o desenrolar da prova.
  67. Caso o piloto esteja impossibilitado de deslocar seu veículo de uma posição que represente perigo para os demais competidores, deverá imediatamente retirá-lo da pista.
  68. O sinal de fim de prova será dado na linha de chegada assim que o carro líder a cruzar após ter decorrido o tempo programado.
  69. Para efeitos de constatação e registro, todos os carros serão classificados levando-se em consideração o número de voltas completas cobertas e, para aqueles que cobriram o mesmo número de voltas, a ordem em que eles cruzaram a linha.
  70. A classificação geral oficial será publicada após cada prova. Este será o único resultado válido, sujeito a quaisquer alterações que podem ser feitas segundo o Regulamento Desportivo.
  71. REGRAS DE CONDUÇÃO

  72. Durante a prova, um veículo que estiver na pista poderá usar toda a largura da mesma, demarcada por duas linhas brancas.
  73. Somente a pista poderá ser utilizada pelos pilotos durante o decorrer da prova.
  74. Quando um veículo for alcançado em linha reta, por um veículo temporário ou constantemente mais rápido, o piloto deverá dar passagem ao mais rápido, ficando em qualquer lado da pista, de modo que fique a largura mínima de um veículo para a ultrapassagem.
  75. Qualquer manobra obstrutiva levada a efeito por um ou por vários pilotos, tendo ou não interesses comuns, será proibida.
  76. As curvas, bem como as zonas de entrada e saída das mesmas, poderão ser “negociadas” pelos pilotos da maneira que desejarem, desde que respeitados os limites da pista.
  77. O piloto de um veículo retardatário que está sendo alcançado será alertado através da sinalização por bandeira azul, de modo a preveni-lo da intenção do outro competidor de ultrapassá-lo.
  78. Caso o piloto, na situação acima, não permita ou dificulte a ultrapassagem, receberá uma das seguintes penalizações:
    • Havendo ultrapassagem, receberá uma advertência sinalizada;
    • Não havendo a ultrapassagem, receberá sinalização de Drive-Through ou acréscimo em tempo;
    • Havendo acidente em que outro concorrente envolvido no mesmo fique fora da prova, o causador será excluído.
  79. Manobras destinadas a bloquear outros pilotos, tais como mudança de direção antecipada, direcionamento do veículo para o lado interior ou exterior das curvas, ou qualquer outra mudança anormal de direção, serão estritamente proibidas.
  80. Em defesa de posição, quando um carro tentar ultrapassar o outro em reta, será admitida apenas uma mudança de direção.
  81. A mudança prevista no item anterior não poderá ocorrer na direção do veículo que tenta a ultrapassagem, quando este já tiver colocado o carro ou parte deste na sua lateral.
  82. Caso o veículo que estiver na frente agir na forma prevista no item anterior, receberá a uma das seguintes penalizações:
    • Havendo ultrapassagem, receberá uma advertência sinalizada;
    • Não havendo a ultrapassagem, receberá sinalização de Drive-Through ou acréscimo em tempo;
    • Havendo acidente em que outro concorrente envolvido no mesmo fique fora da prova, o causador será excluído.
  83. Caso o veículo que estiver na frente escolha o lado interno da reta em relação à curva que se aproxima, não poderá se movimentar para se posicionar na tomada da curva, caso o veículo que tenta a ultrapassagem esteja posicionado naquele espaço.
  84. Caso o veículo que esteja na frente agir na forma prescrita no item anterior, receberá uma das seguintes penalizações:
    • Havendo ultrapassagem, receberá uma advertência sinalizada;
    • Não havendo a ultrapassagem, receberá sinalização de Drive-Through ou acréscimo em tempo;
    • Havendo acidente em que outro concorrente envolvido no mesmo fique fora da prova, o causador será excluído.
  85. Não será permitido a vários veículos andar constantemente lado a lado ou andar em formação, a não ser que outro veículo tente fazer a ultrapassagem.
  86. Caso a situação prevista no item anterior venha a ocorrer, os veículos que andarem lado a lado receberão uma das seguintes penalizações:
    • Havendo ultrapassagem, receberá uma advertência sinalizada;
    • Não havendo a ultrapassagem, receberá sinalização de Drive-Through ou acréscimo em tempo;
    • Havendo acidente em que outro concorrente envolvido no mesmo fique fora da prova, o causador será excluído.
  87. A inobservância reincidente ou sistemática levará o transgressor a ser excluído pelos comissários desportivos.
  88. A repetição de faltas graves ou a evidência da falta de domínio do veículo, tal como sair da pista, poderá resultar na exclusão dos pilotos que porventura venham a cometê-las.
  89. A não utilização do circuito ou percurso, mencionado no regulamento particular, para encurtar caminho, anel externo, por exemplo, implicará em penalização a ser aplicada pelos Comissários Desportivos.
  90. PENALIZAÇÕES

  91. O piloto que atingir 17 (dezessete) incidentes contabilizados pelo simulador em qualquer uma das baterias será punido com Drive-Through. O piloto que atingir 25 (vinte e cinco) incidentes contabilizados pelo simulador em qualquer uma das baterias será desqualificado da etapa.
  92. Os incidentes contabilizados e as punições aplicadas pelo simulador não serão, em hipótese alguma, removidos pelo Diretor de Prova ou pelos Comissários Desportivos.
  93. O Diretor de Prova e os Comissários Desportivos poderão impor as seguintes penalizações, em ordem crescente de gravidade:
    • Advertência Sinalizada;
    • Advertência Escrita;
    • Penalização em tempo, voltas ou posições;
    • Exclusão;
    • Desclassificação;
    • Suspensão.
  94. A advertência sinalizada será aplicada durante uma corrida informando ao infrator que está sob observação, podendo ser punido com exclusão ou desclassificação em caso de reincidência.
  95. A advertência escrita será registrada e servirá de agravante em caso de reincidência em desrespeito às regras contidas no presente Regulamento.
  96. As penalizações em tempo serão aplicadas durante um evento, ou ao seu final, podendo ser:
    • “Drive-Through” - Passagem obrigatória pelo “pit-lane”, respeitando a velocidade máxima permitida no box;
    • “Stop and GO” - Será cumprida nos boxes, onde o piloto deverá parar e retornar à pista, sob orientação do simulador.
    • “Time-penalty” - Deverá ser de no mínino 5 (cinco) segundos, ou no tempo definido no regulamento particular da prova.
    • Acréscimo de tempo - Sempre que não houver a possibilidade de a penalização ser aplicada durante a prova.
  97. Sempre que não houver a possibilidade de a penalização ser aplicada durante a prova, ou que tal seja inconveniente, a critério dos Comissários Desportivos, serão acrescidos 20 (vinte) segundos por penalização ao tempo final do piloto, registrado pelo simulador.
  98. Quando a decisão em aplicar a penalização com Drive-Through ou Stop and GO ocorrer nas três últimas voltas da prova ou da bateria, será aplicada a situação prevista na cláusula 83.
  99. Quando a decisão em aplicar a penalização com Time Penalty ocorrer nas três últimas voltas da prova ou da bateria, será aplicada a situação prevista na cláusula 83, acrescida do tempo previsto para o Time Penalty.
  100. No caso de não ser possível a aplicação da penalização conforme acima, o piloto deverá ser punido na próxima etapa do mesmo campeonato, conforme segue:
    • Se a pena inicial for advertência, o piloto já largará advertido;
    • Se a pena inicial for “Drive Through”, o piloto não poderá participar da sessão de classificação;
    • Se a pena inicial for Exclusão, o Piloto será suspenso por uma prova do campeonato.
  101. A exclusão será aplicada pelos Comissários Desportivos durante o transcurso de uma ou mais provas dentro de um mesmo evento, em caso de irregularidade desportiva, e será sempre irrecorrível.
  102. A exclusão impedirá o piloto de tomar parte ou continuar tomando parte de uma ou de várias fases de uma prova.
  103. A desclassificação será aplicada pelos Comissários Desportivos ao final de uma prova, em caso de irregularidade desportiva, e punirá o infrator com a perda da classificação obtida.
  104. A desclassificação por motivo desportivo somente poderá ser aplicada após comunicação com o piloto de modo que faça valer o seu direito de ampla defesa.
  105. A comunicação poderá ser feita por todos os meios disponíveis, inclusive por e-mail, Discord ou redes sociais.
  106. Caso o piloto não expresse sua defesa em até 2 (dois) dias, a penalização deverá ser aplicada e ausência registrada na decisão.
  107. A pena de suspensão poderá ser aplicada a critério dos Comissários Desportivos e impedirá o acesso do punido aos eventos do CAMPEONATO.
  108. A pena de suspensão poderá ser:
    • Por período determinado - quando o punido perderá, temporariamente, o direito de tomar parte das competições que fazem parte deste CAMPEONATO;
    • Por prova - quando o punido perderá o direito de tomar parte de uma ou mais competições deste CAMPEONATO, podendo, entretanto, participar de outros eventos.
  109. Será assegurado ao piloto ao qual for aplicada a pena de suspensão, ter conhecimento dos motivos que causaram a sua aplicação.
  110. Os Comissários Desportivos têm o direito de revisar a pena de suspensão que resta a ser cumprida.
  111. Os Comissários Desportivos têm o direito de publicar ou fazer publicar as penalizações, indicando os nomes dos pilotos que forem objetos das mesmas.
  112. PROTESTOS

  113. Os pilotos poderão registrar protestos para análise dos Comissários Desportivos, que poderão ser:
    • Reclamação contra participantes da mesma prova e categoria;
    • Recurso contra decisões das autoridades desportivas.
  114. Os protestos deverão ser apresentados por escrito mediante preenchimento de formulário disponível no site oficial do CAMPEONATO.
  115. Os protestos deverão ser apresentados até 2 (dois) dias após a divulgação dos resultados da prova em questão.
  116. Toda reclamação será recebida pelos Comissários Desportivos como sendo urgente, de maneira que o reclamante obtenha a decisão no menor tempo possível.
  117. Todos os envolvidos deverão obrigatoriamente se submeter às decisões tomadas pelos Comissários Desportivos.
  118. ESPAÇOS PUBLICITÁRIOS

  119. Todos os concorrentes deverão respeitar os espaços definidos como os da organização para as publicidades oficiais e poderão utilizar os demais espaços livres de seus veículos, para fixação de publicidade própria ou de seus apoiadores.
    • No para-brisa e na janela traseira são permitidos apenas os adesivos destinados à EMPRESA GESTORA.
  120. No CAMPEONATO é expressamente proibido o uso de publicidade política, que expresse racismo, ou qualquer outro meio que ofenda a legislação brasileira, ou ainda que, de alguma forma, atente contra os bons costumes e a moral, em quaisquer de suas formas.
  121. NUMERAL E NOME DO PILOTO NO CARRO

  122. Todos os carros concorrentes deverão ostentar o número atribuído exclusivamente pela EMPRESA GESTORA. O seu número deverá permanecer no carro durante cada evento, e no decorrer do CAMPEONATO, claramente visível da frente e de cada lado do carro.
    • Os competidores poderão solicitar os numerais desejados a EMPRESA GESTORA;
    • Os numerais utilizados serão de 0 até 999.
  123. O nome e/ou o emblema da marca do carro devem aparecer no carro na posição original. Os nomes dos pilotos devem aparecer em cada lado da carroceria.
  124. PREMIAÇÃO DO CAMPEONATO

  125. O Piloto Campeão da categoria “Sim Racers” será premiado com uma plataforma de movimento “Motion X” fornecida pela Realdrive Tech.
  126. O Piloto Vice-Campeão da categoria “Sim Racers” será premiado com uma button box “Hyperbox Silver” fornecida pela Apris Lab.
  127. O Piloto Campeão da categoria “Pro-Am” será premiado com uma button box “Hyperbox Silver” fornecida pela Apris Lab.
  128. O Piloto Vice-Campeão da categoria “Pro-Am” será premiado com uma button box “Hyperbox Silver” fornecida pela Apris Lab.
  129. A organização poderá anunciar em seus canais oficiais, a qualquer momento, novas premiações. A distribuição delas será determinada por meio de atualização deste Regulamento.

São Paulo, 09 de setembro de 2020.

Comissão Organizadora